Total de visualizações de página

4 de abr de 2012

JOELHOS

Oi gente, vou falar um pouco sobre lesão no joelho, em especial a condromalacia patelar.

DEFINIÇÃO
  • A condromalacia patelar consiste em uma patologia crônica degenerativa da cartilagem articular,produzindo desconforto e dor ao redor  ou atrás da patela.


  • É uma patologia inflamatória seguida de amolecimento da cartilagem articular (que recobre as extremidades ósseas) e que se não tratada precocemente, evolui para um quadro grave e incapacitante do joelho, sendo em alguns casos indicado a sua substituição com prótese.


  • Esse  processo poe se dar por desequilíbrio bioquímico do líquido sinovial que fica dentro da articulação, ou contato excessivo da patela no osso da coxa (tróclea). Este último tem incidência quatro vezes maior em mulheres: tróclea mais estreito e quadris largos, tendo com isso, joelhos desalinhados (valgo).


  • Se a pessoa ainda apresentar encurtamento muscular na coxa (posterior e lateral) e na panturrilha, um quadril rodado, pé chato ou desalinhamentos patelares (alta, baixa, rodada) o quadro e o prognóstico tendem a ser piores.





GRAUS E CARACTERÍSTICAS

GRAU I - amolecimento da cartilagem e edemas;
GRAU II - fragmentação da cartilagem ou fissuras com diâmetro < 1,3 cm
GRAU III - fragmentação ou fissuras com diâmetro >1,3
GRAU IV - erosão ou perda completa da cartilagem articular.





SINTOMAS
  • dor para subir e descer escadas;
  • ao levantar-se de uma cadeira;
  • correr;
  • agachar;
  • ardência ou dor quando o joelho flexionado por muito tempo;
  • crepitação e estalos;
  • edema.


CAUSAS
  • fatores anatômicos, histológicos e fisiológicos;
  • trauma crônico: por motivos variados, principalmente a prática inadequada de atividades físicas;
  • trauma distinto: pancada ou choque do joelho sobre um objeto;
  • anomalias biomecânicas.
DICAS


* Diminuir os exercícios com impacto, em alguns casos evitar. Natação e musculação são ótimos exercícios para manter o condicionamento físico e fortalecer a musculatura sem afetar o joelho.

* Reforçar os músculos fracos, fazendo exercícios de baixa intensidade. É especialmente importante reforçar o quadríceps e isquiotibiais para equilibrar as forças atuantes sobre a patela.

* É importante avaliar o limite de extensão e flexão do joelho durante os exercícios, pra não agravar o quadro. Evite a sobrecarga, trabalhe com cargas adequadas sem desconforto.

* Alongar a musculatura do quadríceps, posteriores, panturrilhas. Antes e depois dos exercícios. 

* Colocar gelo após o treinamento.

* Evitar subir e descer escadas.

* Garantir lugar suficiente para a perna no carro ou no seu lugar de trabalho, evitando manter o joelho flexionado mais de 90 graus por muito tempo.

* Manter boa postura e evitar cruzar as pernas por longos períodos.

* Quando estiver deitado, não deixar o peso do corpo pressionar ou mover a patela, usando um travesseiro para manter os joelhos levemente separados e as patelas no lugar.

* Usar sapatos confortáveis, principalmente durante a sessão de exercícios.

* Evitar o sobrepeso.

* Fazer avaliações periódicas com o médico, personal trainer para ter o atendimento correto, prescrição de treinamento adequada.




Resolvi fazer esse post porque descobri em 2009 que tinha condromalacia grau III no joelho direito, fiz um tratamento por 6 meses com um medicamento chamado condroflex (condroitina e glucosamina) e fortalecimento muscular, emagreci 6 quilos e tinha muita dor, muita mesma. Depois desse período não tive melhoras, sendo assim o médico resolveu aplicar 3 injeções de suprahyal, uma por semana, dei um intervalo de 40 dias e voltei a fortalecer novamente, melhorou 90%, hoje treino pesado, faço aeróbicos mas conheço meus limites. Uma fotinha pra mostrar o meu antes e depois:

2009



2011




Espero que aproveitem as dicas!

Boa noite, beijos!

53 comentários:

  1. oi, eu também estou com problema nos joelhos, as ainda não tenho dor, apenas a cartilagem faz imensos estalos e arde por vezes, por isso tive de abrandar os exercicios de pernas, mas mesmo assim não passa, tenho de pedir exames.

    As melhoras!

    beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Diana, os estalos podem ser apenas uma acomodação da articulação,mas se seguido de dor pode sim ser algum tipo de problema. Não abandone o treino pois sua musculatura pode ficar mais fraca e ter mais dores ainda, diminua as amplitudes, faça mais leve, exercicios que não sinta dor, veja seus limites.
      boa sorte =D

      Excluir
  2. Nossa, morro de medo de lesionar meus joelhos! As vezes sinto uns estalos no meu e qse surto, mas acho que não é nada (espero). Não é fácil uma lesão destas, neh.
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É hoje em dia muitas pessoas tem esse tipo de lesão, por variados motivos, a minha nem sei exatamente como surgiu, nem o médico, rs!
      =D

      Excluir
  3. Boa Noite Gabis
    Que bom que conseguiu fazer o tratamento a tempo e pode continuar treinando forte, parabéns!! Eu tenho lesão no menisco medial (anterior e posterior) e um rompimento parcial do ligamento cruzado, o traumatologista na época disse que teria que fazer a artroscopia, mas não acredito que é a solução para lesões de menisco, desde que não tenha acontecido algo mais grave como fratura do menisco, então ataquei com gelo e reforço muscular por aproximadamente dois anos. Como resultado faço treino completo de perna pesado sem sentir dor nenhuma. Claro que também respeito meus limites, evito correr, esportes que tenha que pula, aboli totalmente o pouquíssimo de futebol e qualquer sensação de inchaço já vou para crioterapia.
    Só uma pergunta: é o mesmo vestido preto nas quatro foto?
    André Luiz

    ResponderExcluir
  4. Pois é André, temos que cuidar da saúde dos nossos corpos..ah a roupa não é a mesma, a segunda é saia com blusa,pq não tinha com o mesmo..obrigada pelos comentários.
    =D

    ResponderExcluir
  5. oie gabis adoro teu blog.
    hum eu sinto uma pekena dorzinha nos joelhos apenas qando eu estico a perna toda e qando treino, so na cadeira extensora qando eu subo a perna d+ eu sinto esse desconforto.
    a duvida q tenho é se pode ser uma lesao?

    ResponderExcluir
  6. Olá, talvez possa ser sim,mas comece a alongar mais as pernas e se na extensora sente desconforto na hora que sobe tudo então não suba, o importante é treinar dentro da zona de conforto para manter a saúde dos nossos joelhos.
    =D

    ResponderExcluir
  7. Caramba Esse Blogg caiu do céu?!!! Então, tô num momento que tô querendo mesmo modificar meu corpo, tenho 29 anos, treino quase todos os dias. Tinha muito medo de musculação pq tenho crodomalacia patelar lateralizada, então tem épocas q sofro mt, mas ultimamente tenho visto q desde q levei a sério o treino minhas dores melhoraram e mt!!! Agora tô com um projeto : barriga de tanquinho, pois tenho aquela "maldita" pochete!! Tá dificil, mas não vou desistir!! Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá..fico feliz pelos seus projetos,e tdo vai dar certo para vc, cm vem dando comigo...sempre cuide da saúde dos seus joelhos.
      Obrigada pelo post =D

      Excluir
  8. monique feitosa01/08/2012 17:31

    nossaaa!!! foi uma evolução e tanto... seu vasto medial tá bem legal, assim como o lateral. Sou fã de vasto medial, acho que quanto maior ele fica, mais tem a impressão de que a perna é mais grossa! Preciso de dicas pra dá uma boa melhorada no meu...hehehe! beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Monique, então faço um treino básico de quadriceps, leg 45º, agachamento livre, hack, extensora, 3 a 4 séries de 8 a 15 repetições, com cargas pesadas.
      =D

      Excluir
  9. Pratico fisiculturismo há 20 anos e hoje as 42 anos ( 1,70 80 kilos) estou com um problema após realizar uma série intensa de abdominais e adutores de coxa. Há dois anos uma dor na virilha levou meu gastroenterologista a investigar. No ultrassom não foi localizada nenhum tipo de hérnia inguinal, todavia ao fazer uma cirurgia exploratória foi localizando dois pontos que poderiam virar hérnia e meu médico decidiu colocar tela. Dois meses depois voltei a treinar sem dor. Após um ano voltei a ter a dor difusa no adutor e ao retornar ao médico ele pediu para ir a um ortopedista. Após RM foi diagnosticado que a dor não era de origem inguinal, mas sim no tendão do adutor, e que o principio de hérnia foi apenas um achado
    Diagnóstico da RM?
    • Imagem compatível com enostose na medular óssea da porção anterior lateral da cabeça femoral esquerda;
    • Osteófito marginal no teto acetabular esquerdo
    • Demais estruturas de morfologia conservados
    • Espaço articular do quadril sem reduções
    • Ná há sinais de derrame articular
    • Lábio acetabular de morfologia e sinais conservados
    • Planos musculares em alterações
    • Ausência de massas
    • Não há evidencias de hérnias inguinais
    • Discreto edema em partes moles junto a origem púbica do tendão adutor longo esquerdo, sem descontinuidades desinserções tendíneas expressivas
    • Hipersinal em partes moles adjacentes ao trocânter maior dos fêmores, achado este inespecífico que pode ser encontrado em indivíduos assintomáticos ou representar bursite.

    Após alguns meses fazendo alongamento e fortalecimento dos adutores a dor reduziu a níveis bem toleráveis quase sumindo.

    Entretanto uma dor em ambos joelhos me levou a realizar nova RM que resultou em ambos joelhos:
    • Patela centrada com o joelho estendido
    • Estruturas ósseas de morfologia e sinais de RM conservados
    • Superficies condrais femorotibiais sem alterações evidentes
    • Não há aumento significativo do líquido intra articular
    • Meniscos medial e lateral com morfologia e contornos normais sem evidencias de roturas
    • Ligamentos cruzados anterior e posterior com orientação espessura e sinais conservados
    • Ligamentos do canto póstero lateral sem alterações evidentes
    • Tendão do quadríceps e patelar de espessura e sinais conservados
    • Fossa poplítea sem formações císticas
    • Planos musculares sem sinais de alterações
    • Fissuras e erosões comprometendo as camadas superficiais e profunda da cartilagem de revestimento da faceta medial, lateral e vértice da patela, sem edema ósseo subcondral, compatível com condropatia.


    Em função disso e do meu histórico no esporte decidi realizar um protocolo de treinamento voltado apenas aos exercícios básicos e crescimento indireto para preservar, ou melhor, evitar o sobre treino. Fato esse, acreditar ser o motivos destas patalogias.
    Minha rotina agora de treino se restringe a:
    A
    • Supino Superior (controlado e estimulando peitoral, ombro e tríceps)
    • Puxador Frontal (controlado e estimulando costas e biceps)
    • Agachamento Profundo (A maior ativação dos músculos da coxa acontece no agachamento (KVIST & GILLQUIST, 2001). O que realmente lesiona são os excessos cometidos, execução incorreta, desvio ou problemas pré-existentes e equipamentos inadequados ou ultrapassados. No mais, o agachamento e o leg-press são dos melhores exercícios de musculação prescritos até para fins terapêuticos.

    B
    • Supino Superior (controlado e estimulando peitoral, ombro e tríceps)
    • Levantamento Terra (controlado e estimulando costas, bíceps, femoral e demais músculos de forma geral)
    • Gêmeos

    Alongamentos todos os dias


    Meu objetivo com esse treino semanal com duração de 45 minutos é estimular de forma geral o corpo com os exercícios básicos e evitar overtrainning já que tenho uma massa muscular boa e adequada atualmente.


    Minha dúvida
    Não desejo fazer aquelas maratonas de treinos para pernas e demais músculos para evitar trabalho desnecessário. Vislumbro fazer pouco, porém correto e evitar o temido over..
    Com relação a esses problemas mencionados no joelho e no adutor estou no caminho certo, posso continuar dessa forma?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigada pelo comentário, é bom ter relatos assim no blog.
      Acredito que esta no caminho certo, apenas em relação ao agachamento, pois, na teoria ele realmente ativa a musculatura completa das pernas, é utilizado para fins terapêuticos, só que no meu caso não tratei assim, pois meu desgaste veio de uma escoliose onde sobrecarreguei mais um lado do corpo proporcionando a lesão. Sendo assim aconselho que faça exercícios que não sinta dor durante o movimento, sem desconforto algum, que o leg press com pés mais alto ajuda muito, então cada pessoa tem um direcionamento. Se vc esta se sentindo bem com esse treinamento, ta oferecendo a vc melhoras e resultados: ótimo, continue.
      Sempre que quiser poste no blog.
      =D

      Excluir
  10. Boa noite Gabi, lhe envie um e-mail, preciso muito falar c vc, bjão! Daniele

    ResponderExcluir
  11. Olá ,,acho que estou com condromalacia patelar,mais ainda não fiz exames,to morrendo de medo de ter que abandonar a academia e os exercicos fisicos,durante os 6 meses de tratamento vc fez musculação ??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então fiquei uns 6 meses sem fazer, pq tinha muita dor, mas depois voltei a fortalecer, fui melhorando e hj em dia treino normal, pesado e com intensidade e não sinto mais dores.
      =D

      Excluir
  12. Olá, descobri que tenho condromálacea patelar no joelho tambem.. mas tenho que evitar flexoes no joelho acima de 70 graus, é possivel ficar com esses corpos de panicat fazendo flexoes de joelho ate 70 graus? posso pegar pesado nesses treinos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, o fato é fortalecer primeiro e depois treinar pesado. Mas como fazer isso? Faça os exercícios que vc não sinta dor, faça 10 séries de quantas aguentar, diminua os intervalos, assim vc vai deixar intenso sem por muita carga. Paciência,pois aos poucos vai sentindo uma melhora e logo poderá aumentar as cargas.
      =D

      Excluir
  13. Mt obrigada Gabi e vc sabe mais ou menos por quanto tempo irei ficar sem poder treinar pesado? Tenho 16 anos aind, mas ja tenho um corpo quase desenvolvido... Tenho condromalácea patelar leve, posso fazer agachamento com flexao 90 graus? Pq tenho receio dos agachamentos com flexao 70 graus n fazerem efeito no meu bumbum pra ele ficar durinho e empinado. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, não tem um tempo exato, vc vai sentindo com o tempo a melhora dele, ai aos poucos vai forçando.
      Agachamento pode ser feito se não houver dor, se doer vc para. Para desenvolver seu bumbum faça elevação de quadril, é um ótimo exercício.
      =D

      Excluir
  14. E posso ganhar massa muscular com esses treinos mais leves? E tomar suplementos alimentares?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, mais se tornam mais demorados os resultados. Suplementos normalmente.
      =D

      Excluir
  15. Quem tem condromalacea patelar pode pegar qnts quilos mais ou menos no leg press, quatro apoios, agachamento e cadeira extensora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem um peso certo, vc que tem que sentir nos seus treinos o quanto seu joelho aguenta, o importante é não sentir dores durante o treino.
      =D

      Excluir
  16. Nao pode sentir nenhuma dor? Nem um pouquinho pra poder forçar e fortalecer o joelho? Com que frequencia posso ir á academia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dor, muda o ângulo dos pés, a posição, diminui as cargas, mas não pode sentir dor ou qualquer desconforto, o rangido, os estalos se não for acompanhados de dor tdo bem. O fortalecimento é eficiente de 2 a 3x semanais.
      =D

      Excluir
  17. Oi Gaby, vc poderia me dizer o q vc fez nos seus meses de fisio e fortaleciemnto? Qual foi a injeção q tomou? Poderia me indicar algum especialista, tenho a patela lateralizada e me incomoda muitooooo. Por favor me de um help!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exercicios: leg press unilateral e bilateral, flexora sentada e vertical. Só esses conseguia fazer !
      Tomei 3 injeções de Suprahyal, 1 por semana, após 40 dias voltei a fortalecer, nesse período de aplicação sem treinos.
      =D

      Excluir
  18. Oi gabi, vc poderia me dizer o q vc fez nesse periodo de tratamento, tenho a patela lateralizada. Poderia me indicar algum medico de sua confiança?
    Grata pela ajudinha, bjx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani procure um ortopedista, e um bom personal na academia.
      =D

      Excluir
  19. Oi gabi, vc poderia postar os exercicios q vc fez na sua fisioterapia, vc indicaria seu medico? sofro disso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os exercícios variam de pessoa pra pessoa, vc tem q testar quais vc consegue fazer. Eu fazia: leg unilateral e bilateral, flexora sentada e vertical, com o tempo fui adicionando mais aparelhos.
      =D

      Excluir
  20. Oi Gabi, vc tinha a patela lateralizada?

    ResponderExcluir
  21. Olá Gabi, tenho condromalacia patelar, fiz uma ressonancia mas nao relatou o grau, vou começar a fazer fisioterapia e quero voltar a musculação, pois faz um mês que parei porque meu joelho estala muito, fui ao ortopedista e ele me liberou com uma condição de eu não fazer agachamento e se eu for fazer o leg não descer demais. Eu quase não sinto dor agora, antes sim, só os estalos em demasia, entao peço que se possível vc passar um treino para mim para pernas e glúteos. Desde de já agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os estalos não tem problema se não acompanhado de dor, só estalar é tranquilo, não pode doer.
      Fortaleça bastante posterior de coxa pra melhorar esse joelho:
      leg press, flexora(deitada/sentada/vertical), stiff,extensora(se conseguir) e panturrilhas, com o tempo aumente os exercicios, faça o que não sente dor.
      =D

      Excluir
    2. Olá Gabi! Malho há 13anos e fui diagnosticada com condropatia faz 3. Fiz fisio na época,engravidei e,retornei aos treinos tem exato 1ano. Faço uso de sulfato de glicosamina. Não tenho mais crises,mas meu joelho dá fisgadas rápidas durante o treino. Reduzi as cargas,aumentei as repetiçoes(12 a 15)e diminui os intervalos.Minha patela é lateralizada,por isso deveria dar ênfase ao vasto medial,que não desenvolve como o lateral. Conclusão??? Estou muito definida e com pouco volume,devido ao medo de aumentar a carga. Como vc divide seu treino??? Tudo de perna no mesmo dia ou quadríceps separado de posterior de coxa??? Obrigada!

      Excluir
    3. Olá, eu tb tomo medicamento, mas tenho só condropatia-condromalacia, não tenho patela lateralizada. Até o mês passado tava fazendo TERÇA(QUADRÍCEPS) QUINTA(GLÚTEOS) SÁBADO(POSTERIOR), mas agora mudei novamente, SEGUNDA E QUINTA (PERNA COMPLETA E GLÚTEOS). Atualmente treino com cargas moderadas, intervalos curtos, exercícios combinados, drop-sets, entre outros. Uma sugestão seria vc fazer cm eu estava fazendo devido as menores cargas, 3x semana, quadríceps, glúteos e posterior.
      =D

      Excluir
  22. Olá, tb tenho condromálacea patelar nos joelhos.
    Faço um treino pesado com dieta e suplementos indicado pela minha nutricionista esportiva. Faz um mês que começou as dores nos joelhos e meu ortopedista disse que tenho que fazer os movimentos do agachamento livre, leg 45º e extensora com um movimento de 30º. Estou preocupada, vou conseguir ganhar massa muscular principalmente nas coxas com esses movimentos?
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lene, bom vc pode fazer com movimentos limitados, mais tenta deixar seu treino mais intenso, como? Intervalos curtos, drop-sets, bi-sets, série até seus músculos não aguentarem, utilize esses recursos que vc vai conseguir aumentar sua massa.
      =D

      Excluir
  23. Olá, eu tenho 17 anos e também estou com condropatia. Eu gostaria de saber se posso fazer aulas de jump, ou spinning.. será que vai piorar? Estou malhando e fortalecendo a musculatura do joelho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aime, se vc está fortalecendo e durante as aulas de jump e spinning não tiver desconforto pode dar sequência, mas caso sinta algum incomodo, principalmente no jump é melhor para, pois pode agravar sua lesão.
      =D

      Excluir
  24. Gabis... tenho uma curiosidade... vc já fez exames para saber se a patologia estacionou ou não...

    Tenho o mesmo problema e com mais uma agravante, hérnia de disco. Era praticante de musculação assídua(já tinha o laudo da condromalácia)... com acompanhamento, não sentia dor com o treinamento(pesado)... porém, tive uma crise fortíssima e quando fui fazer novos exames o problema havia se tornado maior... todas as lesões aumentaram e o surgimento de mais uma na coluna...
    Hj estou sem ânimo... faço pilates apenas... morro de vontade de voltar a treinar.
    Estou completamente sem rumo...

    Aguardo seu conselho

    Bj Aline.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline, então desde 2009 graças a Deus não voltei ao médico pq estou sem dores, consigo controlar minhas atividades.
      Eu não fico sem treinar, conheço meus limites e acredito q vc precisa fortalecer para melhorar sua lesões, comece com cargas reduzidas, depois vai aumentando a intensidade, não significa treinar pesado, mas sim fazer devagar, intervalo curto, fadigar seu músculo com poucas cargas.
      Vou preparar um treino aqui no blog para nós que temos esses problemas nos joelhos, aguarde.
      =D

      Excluir
  25. Gabis, eu tenho condromalacia nos dois joelhos, e tenho patela alta hahaha o meu problema é de nascença, e assim, eu tava fazendo musculação de depois que descobri fiquei com medo de piorar o quadro..
    ai fiquei em dúvida, pq vc disse que está fazendo com cargas altas já.. a carga alta prejudica ou não? pq meu medico falou pra eu fazer com pouca carga e se possivel exercicios isometricos!
    eu tenho muito medo de voltar pra academia e zuar ainda mais o meu joelho, mas sei tbm que é essencial fortalecer a musculatura da perna, ai fico numa baita duvida do que fazer! me da um help! haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Olivia, fiz um período leve e fui aumentando com o tempo, hj em dia consigo treinar pesado, mas faço sem sentir dores no joelho, apenas sinto a musculatura, não pode sentir dor na articulação, se sentir mude seu posicionamento, sua amplitude, seus pés, etc.
      Procure um bom profissional, que ao menos tenha o conhecimento da patologia, e para que direcione vc num treinamento adequado, mas vc tem q voltar a fazer, os seus joelhos agradecem se sua musculatura estiver forte.
      =D

      Excluir
  26. Olá, estava vendo um outro post e sem querer encontrei este sobre a condromalacia patelar... Eu tenho condromalacia Grau IV, atualmente estou em crise, com muitas dores mesmos. Estou tomando um medicamento manipulado (gucosamina, condroitina, MSM, vitamina C). Mas o fato é que eu amo malhar, mas a dor está impedindo que eu continue, não sei mais o que fazer! :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Olá, hoje em dia tem alguns tratamentos com injeções, que foi meu caso, foram aplicadas 3 injeções, 1 por semana de suprahyall. E ultimamente estou presenciando bastante casos que fazem a retirada do sangue (plaquetas) e aplicam no local da lesão. Procure seu médico e veja o que ele pode direcionar a vc.
      =D

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  27. Conheci seu blog por acaso na net e já adorei! Eu tenho condromalacia no joelho direito diagnosticada há pouco mais de 1 ano, além de uma lesão meniscocapsular. Eu juro que eu queria operar (já fiz artroscopia no joelho esquerdo por rutura parcial de menisco há 4 anos e ficou perfeito!), mas meu médico não indicou na época. Estou pensando em voltar nele após ler seu post...

    Faço musculação objetivando fortalecimento muscular, mas mesmo assim, tem dias que dói pra caramba! E é esporádico: fico semanas sem sentir dor, aí do nada volta e fica me incomodando... não são dores fortes, mas incomodam e não me deixam dar "tudo" nos treinos de inferiores... E tive que largar o Kickboxing por causa da lesão (porque os movimentos giratórios em cima do joelho simplesmente são impossíveis hoje).

    Uma pergunta: você coloca gelo SEMPRE após TODOS os seus treinos? Nunca tinha pensado em fazer isso!

    Ah, não sei qual o grau da minha condromalácia. Lembro que tinha algo escrito como "discreta" e "leve". Menos mal, pois se leve dói desse jeito, imagine só se fosse severa!

    Obrigada por compartilhar tanta informação de qualidade! Com certeza vai ajudar muita gente!

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mi, qndo estava com a lesão mais agravada utilizava gelo tds os dias, 2 a 3 vezes por dia, em torno de 10 minutos cada sessão. Hoje em dia não mais, apenas se eu sentir que forcei muito, e ele incomoda um pouco ai eu faço.
      Atividades de impacto não são recomendadas, a musculação é o melhor caminho.
      Obrigada pelo comentário e elogio ao blog.
      =D

      Excluir